Oftamologia

Passem a observar os olhos de seus bichinhos de estimação, vocês devem ficar atentos ao lacrimejamento excessivo, manchas escurecidas nos cantos dos olhos, olhos vermelhos, aumento do globo ocular, olho fechadinho, manchas brancas nos olhos, se ele está coçando os olhos, se as pálpebras estão inchadas ou se tem dor ao toque dos olhos. Estes sinais não são normais e podem indicar algum problema ocular mais grave e que na maioria das vezes quando diagnosticado e tratado a tempo salva seu bichinho de vir a ficar cego.

No exame oftálmico o oftalmologista vai examinar o olho como um todo com auxílio de equipamentos específicos para avaliar a córnea, pálpebras e anexos, cristalino, fundo de olho e pressão intra-ocular, ainda testes com corantes, teste de produção lacrimal, teste de acuidade visual, e testes neurológicos.

O exame ocular também pode ter caráter de prevenção, pois existem algumas doenças oculares que são “silenciosas”, ou seja, se instalam sem sinais iniciais e quando estes sinais aparecem pode ser tarde demais para o tratamento. Por isso é recomendado que a primeira consulta com o oftalmologista seja feita na fase da primeira infância em torno de 4 meses de idade. Na fase adulta é recomendado exame anual como prevenção.

Algumas patologias oculares que comumente encontramos em cães e gatos são: blefarite, conjuntivite alérgica, ectrópio (pálpebra evertida), entrópio (pálpebra invertida), cílios ectópicos, distiquíases (carreira extra de cílios em bordo palpebral), entupimento de canais lacrimais, má formação dos canais lacrimais, úlceras de córnea, catarata, luxação de cristalino, uveítes (inflamação intra-ocular), tumores intra-oculares, abscessos retro bulbares, glaucoma, atrofia retiniana progressiva, descolamento de retina, neurites ópticas, entre outras.

Não é normal o cãozinho ou o gatinho ficarem cegos quando ficam velhinhos, façam o exame ocular preventivo e ajudem seu melhor amigo a enxergar o mundo em que ele vive.

Dra. Ana Lucia B. Martins
CRMV-RJ 5.087